TERRA DOS ANAPURÚS E MUYPURÁS, BREJO-MA!

Nesse domingo, dia 1º estive visitando a cidade de Brejo-MA, infelizmente devido a forte chuva que caiu durante toda a tarde na cidade, não foi possível registrar paisagens e bastidores dos eventos que costumeiramente ocorrem em balneários e alguns clubes como a AABB (Associação Atlética Banco do Brasil).

Localizada a 72km de distância de Chapadinha, Brejo já foi a principal cidade da região do baixo Parnaíba.

E para começar bem informado nessa manhã de segunda-feira, vamos conhecer um pouco da história desse querido município circo-vizinho.

BREJO

HISTÓRIA DA CIDADE

Terra dos índios Anapurus, implacavelmente combatidos pelos portugueses nas quatro primeiras décadas do século XVIII, seu primeiro povoador foi o legendário bandeirante Francisco de Vasconcelos.

Até o ano de 1799, quando o bispo Dom Joaquim Ferreira de Carvalho subordinou a igreja de N.Sra. da Conceição do Brejo à paróquia de São Bernardo do Paraíba, sua população era muito pequena e pobre, e quase que totalmente formada por famílias indígenas. Somente com a chegada de Dona Euzébia Maria da Conceição, vinda de Portugal na corte de D. João VI, Brejo começaria a desenvolver-se.

Possuidora de grande fortuna, atraiu colonos, fez investimentos e, principalmente, impôs sua vontade a toda a região. Por ocasião da Guerra da Balaiada, viu-se obrigada a buscar refúgio em Gameleiras-PI onde por delação de um dos seus muitos escravos, foi descoberta e capturada pelos revoltosos.

Consta que, além de roubarem suas jóias e vultosa quantia em moedas de ouro, os balaios deceparam sua mão direita, esquartejaram-na exibiram seus despojos, como um troféu, à população da vila.

Em 11 de julho de 1870, pela Lei Provincial Nº 899, a vila do Brejo foi elevada à categoria de cidade. Dentre os numerosos filhos ilustres do município, sobressai o nome de Cândido Mendes de Almeida, senador do Império e notável jurisconsulto, geógrafo, historiógrafo, publicista e jornalista.

TURISMO

O turismo é importante como forma de geração de renda, sendo o seu carnaval fora de época uma das principais. Brejo ainda é um lugar bom de se viver.

Limites.
Anapurus, Buriti de Inácia Vaz, Milagres do Maranhão.

Visite Brejo!!!!!!!

Gostou da matéria? Então compartilhe!

  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Scroll to top